Junho Violeta visa a prevenção do Ceratocone

Junho Violeta é o mês de prevenção e combate ao Ceratocone. A campanha tem o objetivo de conscientizar sobre a importância de prevenir a doença, que afeta a córnea e pode ter consequências bem graves.

Qual a origem do Junho Violeta?

A campanha Junho Violeta veio da percepção de que havia necessidade de se falar mais sobre essa doença, afinal, apesar de ser pouco conhecida, ela pode trazer danos sérios à sua saúde ocular. 

Ela foi criada em 2018 e, além do Ceratocone em si, a campanha também aborda os perigos de se coçar os olhos e de outros hábitos que são prejudiciais para a visão.

Mas você sabe o que é Ceratocone?

Mas você sabe o que é Ceratocone?

A gente te explica! Ele é uma doença ocular que afeta a estrutura da córnea, e a projeta para frente, dificultando a passagem de luz e tornando a imagem que é formada embaçada e pouco nítida.

Sintomas do Ceratocone

Foto: Canva

Assim como todas as doenças, quanto antes você receber o diagnóstico, mais fácil se torna o tratamento. E para isso, é importante ficar atento aos sintomas. 

Confira os principais:

  • Visão distorcida
  • Astigmatismo
  • Dificuldade para enxergar com pouca luz
  • Visão dupla
  • Embaçamento na visão
  • Perda da visão

Afinal, existe alguma forma de prevenir o Ceratocone?

Como o Ceratocone não tem uma causa única e bem definida, as formas de prevenção são alguns cuidados básicos, mas que fazem toda a diferença. 

Primeiramente, evite coçar os olhos com muita frequência e força. Além disso, não colocar as mãos sujas nele também é importante.

E por último, mas não menos importante, vá regularmente ao oftalmologista, principalmente se sua família já tem casos de Ceratocone.

Quais os tratamentos indicados?

O Ceratocone tem vários estágios e níveis de gravidade e para cada um deles existe um tipo de tratamento.

Para os casos mais brandos, apenas o uso de óculos ou das lentes rígidas já é o suficiente. Assim, as distorções que a doença gera são corrigidas e o paciente consegue enxergar normalmente.

Outro tratamento que também é bem conhecido e é ideal para os casos em que as lentes e os óculos já não surtirem mais efeito, é o Anel de Ferrara. Ele é colocado na córnea do acometido pela doença e isso ajuda a estabilizar o Ceratocone.

Já em casos bem mais graves, o crosslinking é a melhor opção. Ele consiste em um procedimento cirúrgico, no qual, por meio da irradiação ultravioleta as moléculas de colágeno são fortalecidas.

A mensagem principal que essa campanha quer passar, é que sua saúde visual importa e merece todos os cuidados. Cuide da sua visão!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *