Fotofobia: Descubra o que é esse problema e como curar

A fotofobia é um tipo de problema que pode prejudicar muito as pessoas quando ele está presente. Dessa forma, é importante conhecer o que vem a ser esse fator e o que ele poderá causar nos olhos.

Assim, será possível definir um método que vise corrigir isso de uma maneira realmente eficaz. Então vamos saber mais sobre o assunto e verificar o que é a fotofobia e como ela atua nos olhos.

Definição de fotofobia

Esse tipo de fator ocorre quando a pessoa apresenta um tipo de sensibilidade em seus olhos. Desse modo, isso se dá em relação à luz natural e também na que é produzida de maneira artificial.

Assim, os óculos escuros ou mesmo as tecnologias que são fotossensíveis se tornam boas soluções para o problema. De fato, as lentes são capazes de diminuir esses incômodos causados pela iluminação ambiental.

Além disso, a fotofobia pode ser corrigida através das lentes FL-41 que costumam ser indicadas pelos especialistas. Nesse sentido, elas são mais voltadas para a coloração rosa.

Por certo, elas conseguem também efetuar o bloqueio tanto da luz que é mais intensa quando da mais fluorescente. Enquanto que consegue realizar uma filtragem na cor verde até o tom de azul.

Com isso, é possível corrigir a fotofobia de uma maneira adequada e trazer maior saúde ocular as pessoas. Sem dúvida, isso terá de ser corrigido adequadamente para evitar problemas futuros.

Veja alguns exemplos de óculos que podem corrigir esse fator:

  • Lentes escuras (Lenscope Shades);
  • As que utilizam a tecnologia fotossensível;
  • Lentes FL-41.

As lentes escuras

Esses tipos de lentes conseguem proteger os olhos das pessoas e ajudam na filtragem dos raios solares UV. Com isso, as mesmas são capazes de auxiliar no tratamento contra a fotofobia.

Assim, ela também poderá apresentar certos tons que podem ir do sólido até os que são de degrades. Entretanto, os degrades conseguem trazer um conforto muito maior para enxergar e não causa confusão nas cores.

Além disso, ainda existem as lentes cinzas que conseguem trazer bloqueio completo as luzes do sol. Nesse sentido, conseguem boquear essa luz nos ambientes que são internos e também nos externos.

Já as lentes rosadas FL-41 podem ser úteis já que conseguem realizar a filtragem de todo esses espectro de luz. Vale lembrar que o ideal é comprar os óculos em locais que sejam amplamente seguros e confiáveis.

Pois, se os mesmos forem inadequados isso poderá gerar problemas de visão e trazer consequências. Então, sempre compre seus óculos em estabelecimentos que concedam garantia.

As lentes fotossensíveis contra a fotofobia

Bem como as lentes anteriores, as fotossensíveis são excelentes para quem possui a fotofobia. Dessa maneira, as mesmas conseguem atuar na proteção que é necessária aos olhos contra esses raios solares.

Além disso, elas conseguem tanto clarear quanto escurecer mediante a presença dos raios do sol. De fato, as mesmas ficarão mais escuras se houver muita luz solar e isso ajudará no conforto.

Por certo, essas lentes trazem maior intensidade ao proteger os olhos e ainda podem ser aplicadas em óculos com/sem graus. Vale lembrar que as pessoas que possuem esse tipo de problema precisam evitar locais muito iluminados.

Pois, essa é a melhor maneira de proteger os olhos em caso de não possuir as lentes adequadas no momento. Outro ponto importante é que as pessoas que utilizam as lentes de contato não podem descuidar da limpeza.

Ao passo que se a mesma não for feita corretamente poderá gerar certos problemas como infecções e outras doenças. Então, busque um oftalmologista e solicite para ele as lentes adequadas para a sua necessidade.

Quais são os principais motivos pela qual a fotofobia aparece?

A fotofobia basicamente não se trata de um tipo de doença, mas sim um fator que dificulta enxergar corretamente. Dessa forma, outros tipos de doenças oculares podem estar associados ou ser apenas um sintoma.

Assim, se faz necessário conhecer a causa do problema a fim de buscar um devida solução para ele. Alguns tipos de doenças que podem estar associados a essa dificuldade de visão podem ser:

  • Olhos secos (síndrome);
  • Conjuntivite;
  • Doenças na retina;
  • Glaucoma;
  • Entre outras.

Contudo, apenas um oftalmologista poderá dizer se realmente existe alguma doença ou se é apenas um fator. Com isso, se faz necessário passar por uma consulta a fim de realizar exames específicos.

Quais são os sintomas mais comuns da fotofobia?

Quando a pessoa começa a sentir alguns tipos de sintomas é possível que ela esteja com fotofobia. Com isso, as principais indicações do problema são as seguintes:

  • Olhos lacrimejando;
  • Dores nos olhos;
  • Visão embaçada;
  • Olhos inchados;
  • Olhos vermelhos;
  • Dores de cabeça;
  • Coceiras nos olhos.

Além disso, o uso exagerado dos eletrônicos pode vir a ser um grande vilão e fazer com que surjam sintomas. Pois, as luzes emitidas por eles costumam trazer certos prejuízos aos olhos e por isso devem ser evitadas.

Nesse sentido, a luz azul violeta costuma gerar uma certa fadiga nos olhos e poderá trazer problemas a retina. Dessa maneira, os óculos que possuem bloqueio contra essa luz azul são os mais indicados.

Quais são os tratamentos para a fotofobia?

Por certo, a primeira coisa a se fazer é ir até o oftalmologista para saber qual é o motivo. Em seguida, o médico lhe dará um diagnóstico e indicará como proceder para resolver o problema em questão.

Assim, a fotofobia poderá vir a desaparecer mediante a um tratamento adequado realizado por um especialista. Por isso, é necessário que a pessoa fale os sintomas para o seu oftalmologista.

De fato, muitas vezes os óculos escuros serão indicados para efetuar a correção por terem proteção UV. Enquanto que as lentes fotossensíveis podem ser de grande valia por terem 100% de proteção.

Existe também a possibilidade de utilizar esse produto se a pessoa estiver com miopia ou astigmatismo. Com isso, é possível economizar e ainda contar com um óculos de qualidade para enxergar melhor e se proteger.

Sem dúvida, os raios solares são muito prejudiciais e precisam ser bloqueados de maneira adequada. Em ambientes abertos a luminosidade pode ser muito grande então é importante não vacilar.

Contudo, mesmo em ambientes fechados a iluminação pode ser bem alta e fazer com que surja a fotofobia. Por certo, o ideal é justamente se proteger e buscar um tratamento que seja adequado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *