Tipos de catarata: Veja suas características

Afetando na maioria dos casos pessoas com idade superior a 55 anos, os tipos de catarata é um problema habitual nessa idade. Além disso, a mesma prejudica a lente natural dos olhos, chamada de cristalino.

Que tal conhecer mais sobre os tipos de catarata? Neste artigo iremos falar sobre os quatro principais tipos e as causas de cada uma. Confira agora.

Catarata: O que é?

A catarata é uma doença que afeta os olhos, tornando desse modo o cristalino (lente natural dos olhos) opaco. Então a pessoa que venha a ter catarata acaba por ter uma visão embaçada.

Além disso, caso a pessoa não faça o devido tratamento, pode perder por total a visão do olho afetado. Essa doença ocular afeta principalmente idosos. Contudo, à casos de catarata em jovens e até mesmo crianças. Existem quatro principais tipos de catarata, veja quais são:

  • Senil;
  • Congênita;
  • Secundária;
  • Traumática.

Catarata Senil: Principal causa

Esse tipo de catarata afeta as pessoas que possuem idade superior a 55 anos. A principal causa da catarata Senil deve-se ao fato do envelhecimento natural que ocorre com o cristalino dos olhos.

Assim, ficando gradativamente opaco (perdendo a transparência), até por fim ficar totalmente sem brilho nenhum. Contudo, outros fatores podem influenciar para o surgimento desse tipo de catarata.

Catarata Congênita: Quando ocorre?

A catarata Congênita pode afetar nas maioria dos casos crianças com idade entre 6 meses até 1 ano. Sendo considerada um dos tipos de catarata mais raro.

Ela ocorre pela transmissão de algumas infecções transmitidas pela mãe ao feto durante o primeiro trimestre de gestação. Assim, caso a gestante tenha durante o início da gravidez, por exemplo, rubéola, o bebê pode vir a ter esse tipo de catarata.

Catarata Secundária: Fatores de risco

A catarata Secundária surge a partir de hábitos ou de doenças que uma pessoa possa ter. Assim, tornando mais fácil o o desenvolvimento desse tipo de catarata.

Outro fator a levar em conta para o surgimento é o uso abusivo de medicamentos que possuem como base corticoides. Além disso, alguns fatores de risco aumentam a probabilidade de uma pessoa vir ter esse tipo de catarata. Conheça quais são esses fatores:

  • Algum tipo de inflamação ou alguma lesão ocular;
  • Consumo abusivo de álcool;
  • Algum membro da família que já teve um tipo de catarata;
  • Fumantes;
  • Pessoas que tenham hipertensão, diabetes;
  • Nível alto de obesidade;
  • Exposição frequentemente aos raios ultravioletas;
  • Alguns caso onde a pessoa faça terapia de reposição hormonal também pode ocasionar catarata.

Catarata Traumática: Ocorre independente da idade

A catarata Traumática é ocasionada por lesões nos olhos. Contudo, pode ocorrer caso a pessoa passe por algum tratamento que envolva algum tipo de radiação.

Outros fatores para que esse tipo de catarata venha a ocorrer são: algum tipo de perfuração ou contusão ocular. Além disso, esses dois tipos de condições só virá a afetar apenas o olho no qual sofreu o trauma.

Assim, independente da idade, qualquer pessoa poderá vir a ter a catarata traumática.

Quais são os sintomas ocasionados pela catarata

Conhecemos os principais tipos de catarata, onde cada qual tenha a sua própria causa. Entretanto, todos eles possuem um sintoma principal, que é o embaçamento da visão. Assim, a pessoa vê de forma borrada.

Além da visão borrada, alguns sintomas podem indicar que a pessoa pode estar com algum tipo de catarata. Veja quais são:

  • Pouca sensibilidade para enxergar cores;
  • Ter dificuldade ao realizar atividades normais;
  • Fotofobia, sensibilidade grande à luz;
  • Enxergar de forma dupla com o mesmo olho;
  • Onde há pouca luz, ocorre uma dificuldade maior para enxergar.

Tenho catarata, como irei tratar?

Para os pacientes que são diagnosticados com um dos tipos de catarata aqui citados, o único método de tratamento é um procedimento cirúrgico. Assim, através da cirurgia será feita a remoção do cristalino que possui a catarata.

Após ser feito esse procedimento de remover a parte afetada, será implantada uma LIO – Lente Intraocular. Além desse tipo de cirurgia, chamada de faco emulsificação, há um outro tipo feita com laser, sem a necessidade de corte.

A catarata, em muitos casos, não há prevenção ou meios para que faça o retardamento. Contudo, a cirurgia além de ser um procedimento bem rápido, é muito eficaz. Além disso, promove uma recuperação tranquila ao paciente.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *