Tipos de lentes de contato

No mercado atual existem muitos tipos de lentes de contato que estão disponíveis para a compra. Dessa forma, é importante que os usuários possam conhecer esses produtos para que façam a escolha ideal.

Assim, cada modelo apresenta suas próprias características e funcionalidades que devem ser compreendidas corretamente. Então vamos verificar os tipos de lentes que foram fabricadas para uma melhor saúde ocular.

Quais modelos de lentes de contato existem no mercado?

Atualmente o mercado de lentes de contato apresenta diversos tipos de produtos voltados para os olhos. Desse modo, cada um deles é feito com um determinado tipo de material que modifica suas características.

Assim, vamos conferir quais são esses tipos de lentes:

  • Rígidas
  • Gelatinosas
  • Tóricas
  • Multifocais
  • Terapêuticas
  • Estéticas

Conforme podemos verificar são pelo menos 6 tipos de lentes de contato que estão disponíveis no mercado. No próximo tópico vamos explicar cada uma delas para que não restem dúvidas quanto ao seu funcionamento.

Rígidas

Esses tipos de lentes de contato chamadas de rígidas são voltadas para quem apresenta alta graduação. Assim, elas podem ser feitas de gás permeável que permite uma maior passagem do oxigênio.

De fato, elas são muito mais confortáveis e apresentam uma boa adaptação por parte do usuário. Contudo, as lentes gelatinosas ainda continuam sendo muito mais promissoras no quesito conforto.

Gelatinosas

Sem dúvida as lentes de contato gelatinosas são muito eficazes e possuem uma grande quantidade de água. Dessa forma, elas passam a ser muito mais confortáveis que as chamadas lentes rígidas.

Nesse sentido, elas se adaptam muito melhor aos olhos, pois são bem finas e com um formato ideal aos olhos. Além disso, as mesmas podem ser feitas com diversos materiais, tais como:

  • Hidrogel
  • Silicone

Assim, o oxigênio consegue passar com maior facilidade, garantindo a suavidade e conforto do produto. Sua utilização é basicamente voltada para efetuar a correção dos problemas visuais mais comuns:

  • Miopia
  • Hipermetropia
  • Presbiopia
  • Astigmatismo

Entretanto, para graus mais elevados os oftalmologistas podem recomendar as lentes rígidas que são voltadas para essa tarefa. Por fim, elas costumam ser muito mais fáceis para o usuário se adaptar.

Tóricas

As lentes tóricas tem como função a correção dos problemas relacionados ao astigmatismo. Esse tipo de problema dificulta enxergar de perto e também de longe, causando problemas as pessoas que apresentam esse fator.

Além disso, são fabricadas para resolver a miopia (problemas para enxergar de longe) e hipermetropia (de perto). As suas curvaturas possuem diversos tipos de ângulos que facilitam a correção do astigmatismo.

O seu formato pode ser tanto gelatinoso quanto rígido, de acordo com a preferência e necessidade do usuário.

Multifocais

Certamente as lentes de contato multifocais possibilitam um foco direcionado a várias distâncias, sem a necessidade da utilização do óculos. Além disso, a sua indicação é geralmente feita para pessoas de 40 anos para cima.

De fato, elas precisam ter essa idade e ainda apresentar a presbiopia, que consiste na vista cansada. Assim, se faz necessário o uso de uma lente específica multifocal para resolver o problema.

Nesse sentido, elas podem ser fabricadas no formato gelatinoso e também poderão ser rígidas.

Terapêuticas

No momento em que um paciente realiza alguma cirurgia refracional ou mesmo outros tipos de procedimentos elas são ideais. De fato, será necessário uma supervisão de um médico e podem ser usadas para dormir.

Geralmente elas são gelatinosas e por esse motivo são bem melhores em sua adaptação aos olhos da pessoa.

Estéticas

Já as lentes de contato estéticas são voltadas para efetuar a coloração dos olhos da pessoa. Dessa maneira, o olhar do usuário ficará muito mais destacável e bonito, melhorando a autoestima da pessoa.

Contudo, elas podem também ser apresentadas com graduação e ajudar na correção visual, dependendo do modelo. Além disso, a adaptação das cores as olhos deixa tudo muito natural e nem parece que o paciente usa lentes.

Entretanto, esse produto é fabricado apenas no formato gelatinoso, trazendo maior conforto ao usuário.

Quais cuidados eu devo ter com as minhas lentes de contato?

Sem dúvida é importante conhecer os tipos de lentes de contato que estão disponíveis no mercado. Além disso, são necessários diversos cuidados que evitam a perda do produto e ainda garantem sua segurança ocular.

Assim, a higienização dessas lentes é imprescindível, pois evita que os microrganismos, fungos, bactérias e outros fatores possam atrapalhar. Desse modo, ao efetuar a limpeza, são evitadas várias infecções nos olhos.

Aliás, as soluções de limpeza precisam ser específicas e um estojo será necessário para o armazenamento. No caso das lentes rígidas será necessário seguir os seguintes passos:

  • Lavar bem as mãos utilizando um tipo de sabonete bactericida
  • Pegue a lente e pingue de 3 até 5 gotas da solução adequada
  • Friccione em cima e também em baixo das lentes
  • Faça movimentos em círculo por até 30 segundos
  • Então faça o enxágue da mesma
  • Na outra lente faça o mesmo processo
  • Preencha o estojo usando a sua solução
  • Guarde as lentes dentro dele

De fato, isso deverá ser feito todos os dias no momento em que elas foram retiradas para a pessoa dormir. Se as lentes de contato escolhidas forem gelatinosas o processo será bem parecido para higienizá-las.

Contudo, a solução tem que ser adequada para materiais que sejam finos e delicados. Consequentemente será necessário friccionar de forma cuidadosa por até 20 segundos nos dois lados das lentes.

É importante lavar bem as mãos para evitar contaminações e então deve-se seguir os processos ensinados nas lentes rígidas.

Conclusão

Com toda a certeza o usuário deve sempre prezar pela sua saúde ocular. Dessa maneira, ele precisa estar atento a limpeza do produto e para isso deve comprar soluções adequadas. Assim, os fungos, bactérias e outros agentes serão removidos e não irão gerar possíveis infecções.

Além disso, as lentes de contato possuem um certo tempo de vida útil, que pode decair pela falta de higiene. Outro aspecto importante é que os olhos são sensíveis e precisam ser tratados com muito cuidado.

Então, ao escolher um dos tipos de lente, primeiramente faça um exame com o oftalmologista para verificar as suas necessidades. Pois, ele lhe indicará um produto de qualidade que poderá melhorar a sua saúde ocular.

Portanto, existem diversos tipos de lentes no mercado e cada uma delas é voltada para uma função específica.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *